PT | ENG | FR | ES
Regressar à Homepage
Utilizador Senha
Novo utilizador? Registe-se aqui
PERGUNTAS FREQUENTES
Seventh Framework Programme - Capacities EU Funding

Boas Práticas

Prevê-se que a população mundial aumente 50% até 2050. A pressão sobre questões ambientais, como o clima e os nossos recursos naturais, justifica que a questão da sustentabilidade faça cada vez mais parte das nossas vidas.

 

A utilização de recursos renováveis está intimamente ligada ao conceito de sustentabilidade ou desenvolvimento sustentável. A Comissão Mundial da ONU sobre “Ambiente e Desenvolvimento no nosso futuro" define sustentabilidade como o desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras satisfazerem as suas próprias necessidades. Os produtos manufacturados devem ser planeados e projectados desde a "concepção à reencarnação", ao que também se denomina abordagem "berço-ao-túmulo". A utilização de biomassa renovável anualmente, como milho ou trigo, deve ser entendida num ciclo de carbono completo. Este conceito é baseado no desenvolvimento e na produção de produtos baseados em recursos renováveis e biodegradáveis, como amido. A recolha e compostagem de resíduos biodegradáveis de plástico podem gerar muitos compostos ricos em carbono: materiais húmicos. A compostagem directamente no solo, após incorporação do bio mulch film ao solo, no fim do ciclo das culturas será comprovada, avaliando-se as eventuais alterações tanto no teor como nas fracções da matéria presentes no solo, antes e depois dos ensaios. O bio mulch film contribuirá para reiniciar o ciclo do carbono, reduzindo a pegada de carbono, pois além de diminuir a utilização de recursos fosseis, reduz o consumo de fertilizantes químicos, e promove o sequestro directo de CO2, dado que se recorre a uma matéria-prima de origem agrícola, que durante o seu ciclo de vida consumiu CO2 como fonte de carbono para a realização da fotossíntese.

 

As tecnologias disponíveis têm um longo caminho a percorrer para enfrentar os complexos desafios ambientais.  O desafio que se impõe passa por proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da terra, de forma a construir sociedades participativas e sustentáveis.

 

O Agrobiofilm demonstra ser uma solução para um grave problema que persiste na agricultura: a desregrada utilização de plásticos de origem fóssil na agricultura. O tipo de plástico mais utilizado é o polietileno, que continua a trazer, tanto problemas económicos como técnicos no que diz respeito à sua remoção.

 

O Agrobiofilm permite uma biodegradação num espaço de tempo inferior a seis meses, evitando os resíduos acumulados no campo, bem como os custos de remoção no final do ciclo das culturas.

 

Como já referido, um dos principais objectivos deste projecto é promover a sustentabilidade agrícola, tendo sempre em mente a relação custo/benefício para o utilizador final (agricultor).